quinta-feira, 30 de junho de 2011

Excesso


"Me dê carinho... Mas em excesso eu fico manhoso
Me dê amor... Mas em excesso eu não te devolverei
Me dê razão... Mas em excesso eu não te escutarei"

João Victor (meu namorado lindo)

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Quase um etnocentrismo


Uma coisa é você achar que está no caminho certo, outra é achar que o seu caminho é o único. Nunca podemos julgar a vida dos outros, porque cada um sabe da sua própria dor e renúncia...
(Na Margem do Rio Piedra Eu Sentei e Chorei)

Paulo Coelho

terça-feira, 28 de junho de 2011

"O MISTÉRIO DE BLÉM-BLÉM E OS FANTASMAS DE JARAGUÁ"

 Bairro de Jaraguá

"O MISTÉRIO DE BLÉM-BLÉM E OS FANTASMAS DE JARAGUÁ"

Tchello d'Barros

Certa noite a lua cheia
Estava avermelhada
E depois da meia-noite
Nem sino nem badalada
Não se ouvia nem silêncio
Nessa noite tão calada

Isso foi em Maceió
Num lugar bem conhecido
No bairro de Jaraguá
De estilo muito antigo
Foi ali que aconteceu
Este causo estremecido

Duas almas se encontraram
Eram eles escritores
Poeta Jorge sem medos
Mestre Graça sem temores
Vieram pela saudade
Da cidade e dos amores

Percorreram todo o bairro
Caminhando lado à lado
Nas ruas do Jaraguá
Este lugar tão falado
E pararam no coreto
Que estava abandonado

Eles ali leram versos
De estilo bem rimado
Como em muitos outros muros
Por onde tinham passado
Leram todos os poemas
Que alguém tinha pintado

Foi então que Mestre Graça
Ficou impressionado
Disse ao Poeta Jorge
Do silêncio calado
Pois antigamente o bairro
Era tão movimentado

Isso foi há muito tempo
Quando aqui tinha voltado
Este bairro portuário
Foi bastante assombrado
Com muitas almas penadas
E o povo assustado

Foi então que o poeta
Diante da situação
Acendeu mais uma estrela
Antes da explicação
E contou porque agora
Não tem mais assombração

Então contou de um doido
Que pelo bairro vivia
Ninguém sabe de onde veio
Seu nome ninguém sabia
Era um maluco alegre
Nem esmola ele pedia

Todos já lhe conheciam
Nunca aperreou ninguém
E tinha um apelido
Que ganhou não sei de quem
Por fazer muito barulho
Lhe chamavam de Blém-blém

Pois Blém-Blém batia ferro
Pela rua o dia inteiro
Batia em postes e placas
Com seu jeito costumeiro
Todos riam sem saber
Do motivo verdadeiro

É que os fantasmas do bairro
Ele podia enxergar
Tinha essa capacidade
Coisa de se admirar
Só que todos esses vultos
Ele queria expulsar

E disse à cada um deles
Pra dali se retirar
É que em seu querido bairro
Alma não ía morar
Porque a bela Maceió
Começou nesse lugar

Os danados aprontavam
Pela madrugada afora
Assustavam toda a gente
Que com medo ía embora
E os malvados só dormiam
Quando chegava a aurora

O Blém-blém disse que isso
Não ía mais permitir
E passou a bater ferro
Até o ferro retinir
Incomodando os fantasmas
Que não podiam dormir

Claro que eles não gostaram
Desse louco objetivo
Acordar o tempo todo
Ao som de ferro batido
Já tinha até sonâmbulo
Sonhando que estava vivo

Um por um foi indo embora
Não ficou nada daquilo
Alguns eram tão antigos
Que foram para um asilo
Foi assim que Jaraguá
Tornou-se um bairro tranqüilo

Neste ponto o Mestre Graça
Só por curiosidade
Quis saber mais dessas almas
Que por infelicidade
Tiveram que abandonar
Este canto da cidade

O poeta começou
A contar dessas pessoas
Disse que apesar dos sustos
Eram todas almas boas
Que vinham de muitos lados
Do estado de Alagoas

Na Rua Sá e Albuquerque
Tinha um fantasma brigão
Brigava com todo mundo
Dizia ser um barão
Mas foi só um cangaceiro
Do bando de Lampião

Esse veio dos Palmares
Um retinto escravo preto
Gostava de assombrar
Ali perto do coreto
Fugiu lá para o Farol
Hoje se esconde num beco

Um que era estivador
Há tempos sumiu do porto
De muito puxar açúcar
Tinha um jeito meio torto
De tanto que trabalhou
Nem viu que já estava morto

E uma quenga assombrada
Que assustava os pecadores
Fossem eles marinheiros
Peões ou estivadores
Essa foi para bem longe
Da vila dos pescadores

Um fantasminha da orla
Foi embora na maré
Atacava na igreja
Crentes que não tinham fé
E gostava de morder
Esse índio Caeté

Fugiu da Associação
Que chamam Comercial
Um fantasma holandês
Loiro e lindo sem igual
Habitava aquela estátua
Com jeito homossexual

Os fantasmas violeiros
Não zoavam com ninguém
Mesmo assim foram banidos
Por cantar no armazém
Dizem que agora assustam
Lá na estação do trem

Um fantasma que já foi
Catador de sururú
Sempre no Museu Chalita
Tocava o maior rebú
Foi expulso e hoje mora
Lá na praça Sinimbú

Outra alminha morava
Na Usina da Produção
Esse cantador de côco
Não escapou da expulsão
Foi visto recentemente
Lá no Museu Théo Brandão

Outro era um mandingueiro
Jagunço de um coronel
Mais um vaqueiro zarolho
Por causa do escarcéu
Fugiram bem rapidinho
Foram parar no Vergel

Foi então que Mestre Graça
Ao poeta perguntou
Do destino de Blém-blém
Que os fantasmas expulsou
Qual será seu paradeiro
Qual o fim que ele levou?

O poeta respondeu
Ouvindo ao longe o trem
Disse que ele cumpriu
Sua missão muito bem
E por isso foi chamado
Para um plano mais além

Neste fim de madrugada
Não havia mais ninguém
Ambos olharam pra lua
Depois disseram amém
Jaraguá hoje tem saudades
Dos barulhos de Blém-blém

Cordel de Tchello d'Barros

segunda-feira, 27 de junho de 2011

Acredite...


Ela acreditava em anjo e, porque acreditava, eles existiam.
(A Hora da Estrela)

Clarice Lispector

domingo, 26 de junho de 2011

Te dou a minha alma


"Dizes que brevemente serás a metade de minha alma. A metade? Brevemente? Não: já agora és, não a metade, mas toda. Dou-te a minha alma inteira, deixe-me apenas uma pequena parte para que eu possa existir por algum tempo e adorar-te.
(Cartas de amor à Heloísa)"

Graciliano Ramos

sábado, 25 de junho de 2011

Oração - A Banda Mais Bonita da Cidade

Olá, amiguinhos (as) !

Meu namorado me mostrou esse vídeo, e eu achei super interessante pela ideia e criatividade dos artistas. Gostei bastante e considerei válido postar aqui no blog.

O vídeo é bem suave, os cantores têm vozes lindas e tocam super bem.

Aliás, fizeram várias paródias desta música que vocês podem encontrar no youtube e se divertirem bastante.

Bjs!

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Te dou a minha ilusão


As minhas lágrimas não são o suficiente para você? O que tu ainda queres de mim, rapaz? A minha alegria, juventude, esperança e os meus sonhos? Desculpe-me! Mas estes já não mais existem. O que posso oferecer-te, hoje, é a minha ilusão. Esta é de acreditar que ainda te amo.

♥ Milena Andrade ♥

quinta-feira, 23 de junho de 2011

A Menina Mais Linda do Mundo

Oun pessoal... É mais ou menos isso que acontece sabia?! Quando a gente tá apaixonado (a), achamos que aquela pessoa é a mais linda do mundo, mas para o nosso mundo. Será que você já achou isso mais de uma vez? Em relacionamentos anteriores? E você já mudou de opinião?
Eu posso te garantir que um dia você nunca mais irá mudá-la! (rs)

Achei este vídeo uma graça, simples e bem verdadeiro.


Este vídeo é um curta em animação do Anônimo Incógnito. Ele tem uns vídeos bem legais rolando por aí. Vale a pena conferir e prestigiar.

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Ele (a) vai aparecer!


Oii, amiguinhas (os) !

Queria falar com vocês sobre algo que atormenta muita gente por aí, namorar. Embora muitos nem queiram ouvir falar nessa palavra, outros vivem desesperadamente a angústia de não encontrar uma pessoa bacana pra ter um relacionamento mais sério.
Tem uma comunidade bastante popular no orkut, "Querido futuro namorado", que me motivou a fazer este post, pois eu já vive isto e sei como é.
Eu, particularmente (que significa: eu penso assim), adoro namorar; não tem coisa melhor que ter uma vida a dois e poder compartilhar momentos diversos com a pessoa que você tanto ama e admira. Muita gente foge deste tipo de relacionamento achando que vão cair em uma vida chata ou numa mesmice; e eu digo que "curtição" nos remete a vazio, a solidão. Eu me divirto bastante com meu namorado e com meus amigos também, é só saber ser feliz.
As vezes a gente se fecha para o amor ou acha que não vamos encontrar a pessoa certa, mas não é bem assim. ...Relaxa! Tenta viver a vida, o hoje e o agora. Seja espontâneo, seja você, e nada de forçar a barra pra quem não te dá valor. O garoto ou a garota certa vai aparecer no momento certo! Enquanto isso, se divirta, não fique parado (a) vendo a vida passar.
Outra coisa, decepções acontecem, não pense que todo mundo é igual, você precisa se dar uma nova chance, pois a vida é curta demais.

♥ Milena Andrade ♥

Firme

 
Que eu não perca a vontade de doar este enorme amor que existe em meu coração, mesmo sabendo que muitas vezes ele será submetido a provas e até rejeitado.
 
Chico Xavier

terça-feira, 21 de junho de 2011

Onde estou?


Eu me perdi para não perder você. Lembro-me que um dia fui eu, e você quase partiu. Prefiro me perder do que deixar de existir. ...E agora você cobra a minha essência?

♥ Milena Andrade ♥

Ser


Sou frágil como uma porcelana, disfarçada de estudante de comunicação.

♥ Milena Andrade ♥

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Excessividade?


Como posso mudar algo que mais admiro em mim? Essa capacidade que tenho de demonstrar algo que sinto de mais certo; algo que me renova a cada dia; algo mágico? Esse amor que me cura e que também é meu próprio veneno?

♥ Milena Andrade ♥

Sentir


Suponho que me entender não é uma questão de inteligência, e sim de sentir, de entrar em contato... Ou toca, ou não toca.

Clarice Lispector

Preciso de te


Acordar a cada dia sem a esperança de te ver, me faz implorar pelo sono eterno.

♥ Milena Andrade ♥

domingo, 19 de junho de 2011

O Segredo


O homem é mero produto de seus pensamentos. Ele se torna aquilo em que ele pensa.

Mahatma Gandhi

Pássaro de Fogo - Paula Fernandes



Pássaro de Fogo

Paula Fernandes 


"Vai se entregar pra mim
Como a primeira vez.
Vai delirar de amor, sentir o meu calor,
Vai me pertencer...
 

Sou pássaro de fogo, que canta ao teu ouvido.
Vou ganhar esse jogo, te amando feito um louco.
Quero teu amor bandido.
 

Minha alma viajante.
Coração independente
Por você corre perigo.
Tô a fim dos teus segredos,
De tirar o teu sossêgo,
Ser bem mais que um amigo...
 

Não diga que não,
Não negue a você
Um novo amor, uma nova paixão.
 

Diz pra mim...
 

Tão longe do chão
Serei os teus pés,
Nas asas do sonho, rumo ao teu coração.
Permita sentir, se entrega pra mim.
Cavalgue em meu corpo,

Ó minha eterna paixão.
 

Vai se entregar pra mim..."

sábado, 18 de junho de 2011

Seguir você...


Eu sigo os teus passos e sei que estou indo no caminho certo.

♥ Milena Andrade ♥

sexta-feira, 17 de junho de 2011

O amor é capaz


Meu amor por você mim dá uma vida a cada dia.

♥ Milena Andrade ♥

Desabafo


Nunca pensei que fosse capaz de amar assim. ...É um sentimento que me transforma da água para o vinho, e se quer consigo controlar ou prever tais mutações. Apesar de ter consciência de teu sentimento, eu pergunto se tu falhas, pois o medo que me assombra é o de te perder. Sou feliz por te amar, isto eu não nego. Esse amor é capaz de me levar a lugares que nunca, nem em meus melhores sonhos, eu havia imaginado. O amor me tornou dependente, hoje eu percebo que amar-te é meu maior fascínio.

♥ Milena Andrade ♥

Capacidade de superação


Quando eu levo uma queda na vida, ao levantar-me enxergo a vida com mais sabedoria.

♥ Milena Andrade ♥

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Admita


Que você me adora, que me acha foda. Não espere eu ir embora pra perceber.

(Me Adora - Pitty)

quarta-feira, 15 de junho de 2011

Sem cobranças


Não exija que o outro entenda algo que ele não sentiu. Se foi você que viveu, se foi você que sentiu, então só você entenderá plenamente.

♥ Milena Andrade ♥

Imagine


Grande e único John Lennon. Me pergunto que homem ele foi, pois uma pessoa que compõe uma letra como essa deveria ser excepcional. Eu já havia imaginado este mundo citado na canção antes mesmo de ouvi-la. Eu também estou com eles. Parece difícil juntar-se a nós, mas não é. A questão em pauta não é acabar com os países ou virar as costas para o teu Deus, você também não precisa ser socialista. Para um mundo melhor basta apenas você olhar para o próximo olho no olho, e não de baixo para cima. Sabe qual é o motivo de tanta discórdia entre pessoas, cidades, estados, regiões, países, enfim? O etnocentrismo! O achar ser melhor que os outros. Você que está lendo meu post, te peço para refletir sobre esta questão, pois garanto que você será mais feliz.


Imagine não haver o paraíso
É fácil se você tentar
Nenhum Inferno abaixo de nós
Acima de nós, só o céu

Imagine todas as pessoas
Vivendo o presente

Imagine que não houvesse nenhum país
Não é difícil imaginar
Nenhum motivo para matar ou morrer
E nem religião, também

Imagine todas as pessoas
Vivendo a vida em paz

Você pode dizer que eu sou um sonhador
Mas eu não sou o único
Espero que um dia você junte-se a nós
E o mundo será como um só

Imagine que não ha posses
Eu me pergunto se você pode
Sem a necessidade de ganância ou fome
Uma irmandade dos homens

Imagine todas as pessoas
Partilhando todo o mundo

Você pode dizer que eu sou um sonhador
Mas eu não sou o único
Espero que um dia você junte-se a nós
E o mundo viverá como um só 


Imagine (tradução) - John Lennon 

terça-feira, 14 de junho de 2011

Lágrimas úteis


Só enchergamos a verdade depois que as lágrimas caem e lavam os nossos olhos que tornaram-se cegos com as mentiras.

♥ Milena Andrade ♥

segunda-feira, 13 de junho de 2011

Eles são meus...


...Percebi que os meus sonhos são os meus sonhos!

♥ Milena Andrade ♥

Confiança


Seus olhos meu clarão, me guiam dentro da escuridão. Seus pés me abrem o caminho, eu sigo e nunca me sinto só...

(Tribalistas)

Te tornar presente


Os meus pensamentos te fazem presente diante da ausência real.

♥ Milena Andrade ♥

domingo, 12 de junho de 2011

sábado, 11 de junho de 2011

Mais uma vez...




Como expressar o amor que a gente sente por quem já se foi?
O amor que sentimos por aqueles que não mais partilham momentos de alegria conosco?
Eu fico aqui ouvindo músicas que falam de saudade e amor, e me pego pensando em você,
Apelando às lembranças até a primeira lágrima cair, abrindo caminho para um mar azul.
Só queria mais uma oportunidade... E eu suplico por isso!
Dar-te mais um abraço, ajudar-te, pegar em tua mão, dizer-te mais uma vez Amo-te.
Simplesmente ficar com você e demonstrar como sou “boba” por te.
Sei que isto não é mais possível, e sofro com isso...
Então me apego a qualquer coisa que me ofereça mais uma lembrança da Senhora,
E assim o tempo vai seguindo...

À Vó Ciça.